Como ter uma política de remuneração adequada na escola?

Atualizado: há 7 dias

Por definição, “remuneração” é o conjunto de vantagens financeiras e sociais, com os quais a organização recompensa seus colaboradores pela contribuição nos resultados organizacionais.

Além disso, é interessante ressaltar também as diversas formas de remuneração:

  • Fixa: planos de cargos e salários.

  • Variável: alcance de metas.

  • Gratificações: política de premiação.

  • Indireta: benefícios.

Imagem de uma pessoa com uma mesa com papéis e uma calculadora - Como ter uma política de remuneração adequada na escola?

Você já parou para pensar em como funciona a mecânica de remuneração na escola?

É muito simples! Os funcionários alugam uma parcela do seu tempo para a instituição e são pagos por isso no fim do mês. No caso das escolas, os professores disponibilizam o seu tempo e conhecimento para as instituições de ensino e são remunerados por isso.

O tempo é o bem mais valioso do ser humano, e caso ele sinta que o seu tempo não está sendo bem retribuído, isso pode impactar diretamente no seu desempenho do dia a dia.

O que nos leva à lição principal deste texto: "a escola deve ver a política de remuneração como algo estratégico, pois, na maioria dos casos, é ela quem assegura o foco no trabalho e mitiga possíveis discussões e falta de comprometimento no ambiente escolar”.

Sem remuneração adequada, não há uma troca justa de valor entre ambas as partes.

No curto prazo pode parecer uma perda para o orçamento da instituição, mas no longo, isso muito provavelmente se traduzirá em resultados e ganhos maiores para à gestão educacional como um todo.

Logo no início do texto citamos que a remuneração deve ser vista como algo estratégico, mas é importante ressaltar que a boa política de pagamentos só pode ser criada caso esteja alinhada aos resultados organizacionais desejados pela instituição de ensino privada.

Então, caso a escola tenha grandes metas de crescimento, estas podem vir acompanhadas de bonificações variáveis relativas ao desempenho dos colaboradores, por exemplo. Nesses casos é importante perceber que esses bônus não só estimulam o time, como também dão a sensação de que eles estão crescendo junto com a instituição, o que gera fidelidade e um bom relacionamento de longo prazo.

Percebe-se cada vez mais que é necessário englobar essa questão de política de remuneração para a escola ter um crescimento saudável e que essa fator deve ser aplicado para todos os setores.

A gestão financeira estratégica pode ser uma grande aliada do gestor escolar para que ele tenha mais liberdade ao montar essa política. Caso deseje se aprofundar mais nesse assunto, temos o texto perfeito para você. É só clicar aqui!

Como sempre ressaltamos, a comunicação é chave para o bom funcionamento de qualquer escola. Apesar da remuneração parecer algo óbvio, que é depositado no fim do mês para os colaboradores, é um ponto que deve ser 100% comunicado, principalmente quando falamos de remuneração indireta.

Afinal, o que é a remuneração indireta?

O exemplo mais comum que temos é o de alunos filhos de professores que recebem um desconto na mensalidade. Nesse caso, a dedução deve ser comunicada no pagamento total. O desconto também é uma forma de remuneração.

Sendo assim, vamos a um exemplo: se um professor recebe R$ 3 mil por mês e tem dois filhos matriculados na escola com um desconto de R$ 500 cada, sua remuneração total é de R$ 4 mil, mas isso nem sempre fica tão óbvio, por isso deve ser sempre comunicado e sinalizado.

Caso deseje se aprofundar nessas questões de comunicação com o time, preparamos um texto que abrange a importância do capital humano, e que tangencia outros tópicos que o gestor escolar não pode deixar de lado. Para acessar o texto, é só clicar aqui.

Além disso, outro termo relevante que deve estar no vocabulário do gestor escolar é o PCCR.

O PCCR nada mais é do que o conjunto de normas e ferramentas que orientam o desenvolvimento profissional e reconhecimento dos colaboradores na empresa. Entenda melhor logo abaixo!

Benefícios de ter o PCCR incluso na cultura e na política de remuneração da escola:

Os colaboradores têm uma visão de longo prazo na instituição de ensino. O caminho para eles crescerem na escola fica mais claro, o que é estimulante para o alto desempenho.

  • Garante uma remuneração compatível com a média do mercado e com a relevância do cargo.

  • É um pilar forte de atração e fidelização de talentos para a escola. A boa política de remuneração é uma grande aliada para o seu sistema de gestão.

Quais as etapas para montar um PCCR?


1. Definição do organograma funcional da instituição de ensino. Em outras palavras, criar um mapa completo de funções e cargos da escola.

2. Descrição dos cargos e de suas funções. Esse alinhamento não só facilita o gestor escolar na hora de montar uma equipe, como também torna a função de cada membro mais clara e passível de ser bem executada.


3. Pontuação dos cargos: essencial para a hierarquização dos colaboradores.


4. Pesquisa salarial: como mencionamos anteriormente, a remuneração justa e adequada gera atração, fidelização e visão de longo prazo nos colaboradores da escola.


5. Elaboração de políticas salariais.


6. Orientação por tabelas salariais: uma ótima forma para os colaboradores visualizarem bonificações ou remunerações futuras.


7. Organização em enquadramento: é essencial para corrigir as distorções salariais entre cargos.


8. Divulgação do plano: como mencionado anteriormente, de nada adianta um planejamento não divulgado. É essencial que os colaboradores da escola tenham uma visualização completa disso tudo para que o efeito esperado seja alcançado.

Para se aprofundar ainda mais nessa questão do PCCR, te convidamos a assistir à nossa aula gratuita sobre “Como ter uma política de remuneração adequada”, com o especialista Arthur Lidio. Para conferir a aula gratuitamente é só clicar aqui.

É importante frisar aqui que, no contexto atual, é muito difícil se falar em remuneração adequada. A falta de previsibilidade financeira sempre foi uma das maiores dores das instituições de ensino, e agora na pandemia esta questão está ainda mais acentuada.

Então, fica a pergunta: como ter um plano de remuneração adequado mesmo no momento atual de imprevisibilidade de caixa?

A resposta é simples: tendo o isaac como seu parceiro. Acreditamos que garantindo 100% da receita mensal das instituições de ensino, podemos, juntos, transformar o cenário educacional do país. De forma simples e segura, o isaac tem a missão de empoderar escolas para reescrever o amanhã.

Previsibilidade financeira e pagamentos em dia já podem deixar de ser um sonho, é só falar com a gente clicando aqui.

Conclusão

A remuneração deve ser vista como algo estratégico pelas instituições de ensino e apresentada como um plano de longo prazo para os colaboradores.

O bom planejamento de remuneração, além de garantir a fidelidade do time, também permite uma troca de valor justa entre ambas as partes. Afinal, se um cresce, o outro também se desenvolve.

Reiteramos que caso queira se aprofundar em tudo que foi passado neste texto, com exemplos e uma explicação mais detalhada, você pode assistir gratuitamente à nossa aula sobre “Como ter uma política de remuneração adequada” clicando aqui.

Por fim, te convidamos a falar com o nosso time. O seu sonho de ter previsibilidade financeira, um plano de remuneração adequado e as contas em dia acabou de se tornar realidade. Já contamos com mais de 100 escolas parceiras no Brasil todo. Juntos podemos transformar o futuro da educação do Brasil, bora?

Para você que chegou até aqui, temos um bônus: aulas e ebook sobre gestão de escolas particulares

Confira a programação do Papo de Escola. São encontros 100% online e gratuitos sobre temas relevantes relacionados à gestão escolar, para adquirir novos conhecimentos e se destacar no mercado. Clique aqui para conferir a programação completa.

Aproveite também para fazer o download gratuito do nosso ebook “Em tempos de crise, pare e repense: planejamento financeiro para a sua escola crescer em 2021”. Com esse material em mãos, saiba como potencializar os resultados da sua instituição de ensino privada no cenário atual. Clique aqui para baixar.

56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo