Estratégias para combater a evasão escolar

Atualizado: há 7 dias

A evasão escolar, que é o ato de deixar de frequentar as aulas, ou seja, abandonar o ensino em decorrência de qualquer motivo, é um grave e comum problema no Brasil.

O que fazer para combater a evasão escolar na minha escola particular?

Com a pandemia da covid-19, essa preocupante realidade se intensificou. De acordo com um estudo do Unicef (Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para Infância), intitulado "Enfrentamento da cultura do fracasso escolar", em 2020, foram cerca de 5,5 milhões de crianças e adolescentes sem acesso à educação.


A quantidade de alunos, com idades entre 6 e 17 anos, que abandonaram as instituições de ensino foi de 1,38 milhão, o que representa 3,8% dos estudantes. A taxa é superior à média nacional de 2019, quando ficou em 2%, segundo dados da Pnad Contínua. Somado a isso esta é a situação de 4,12 milhões de alunos (11,2%) que, apesar de matriculados e sem estar em período de férias, não receberam nenhuma atividade escolar, resultado do ensino pautado pelas aulas online.


Além disso, o Banco Mundial publicou recentemente um relatório que apresenta uma situação trágica a respeito da educação brasileira, devido ao fechamento prolongado das escolas em função da pandemia da Covid-19. O relatório aponta que o Brasil pode ter 70% das crianças do ensino fundamental sem a habilidade de conseguir ler e compreender um texto simples.


Diante dessa situação e de todos esses números, preparamos este artigo para abordar esse assunto de extrema importância. Afinal, além de causar prejuízos ao desenvolvimento de crianças e adolescentes, a evasão escolar colabora com a perda de matrículas e problemas financeiros nas escolas particulares, o que pode trazer diversas dificuldades à gestão escolar eficiente.


Convidamos você a continuar a ler abaixo. Vamos falar mais sobre causas da evasão escolar e o que você pode fazer para combatê-la em sua instituição de ensino.


Causas da evasão escolar


Diversos podem ser os motivos que causam a evasão escolar. Listamos a seguir algumas das principais razões. Veja!


Dificuldades financeiras


Esse é um dos principais fatores que causam a evasão escolar. O desemprego, aumento das despesas em casa e até mesmo a redução do salário, como aconteceu agora no cenário de pandemia, foram motivos que levaram muitas pessoas a abandonarem o ensino privado.


Ausência de engajamento das famílias


Como explicamos no artigo “Como fortalecer os laços entre sua escola e as famílias?”, aqui em nosso blog, é essencial manter a proximidade com os responsáveis para superar a crise e se destacar no mercado educacional.


Em relação à evasão escolar, esse é um recurso de extrema relevância também. Afinal, a falta de participação das famílias é um indicador preocupante de que a comunicação está com falhas e ruídos. Sendo assim, se o relacionamento está enfraquecido, os responsáveis podem questionar as propostas da instituição, principalmente nesse momento de aulas híbridas e remotas, deixar de comunicar seus desejos e insatisfações e, ainda, procurar construir laços com outras instituições de ensino, seus concorrentes.


Então, já anota aí: fortalecer o relacionamento com a família é um excelente recurso para combater a evasão escolar em sua escola particular. E uma forma assertiva de colocar tudo isso em prática, é investindo em uma ferramenta que garanta uma comunicação de qualidade com a comunidade escolar, como o ClassApp.


Casos de bullying


O bullying pode transformar o ambiente escolar desagradável para o aluno, interferindo diretamente na relação dos seus responsáveis com a instituição. Dessa forma, a criança ou o adolescente tende a solicitar para seus responsáveis a troca de escola, causando assim a evasão escolar em sua instituição de ensino.


Vale destacar que o gestor escolar deve sempre ficar atento a esse tipo de violência e promover ações para prevenir e combater o bullying.


Falta de investimento da escola


Não investir tempo e recursos financeiros também pode ser um fator determinante para a evasão escolar. É necessário acompanhar o bem-estar do corpo docente, fazer melhorias na infraestrutura, ter um planejamento estratégico para o desenvolvimento, pensar constantemente no plano pedagógico e se manter atualizado de acordo com as novidades do setor.


Assim, sua escola evita que os alunos e suas famílias fiquem desengajados e procurem outra instituição de ensino que melhor atenda às suas expectativas e necessidades. Além desses fatores que acabamos de mencionar, também podemos citar desigualdade social, ausência de interesse, dificuldade de aprendizagem, distância geográfica entre casa e escola, entre outros.


O que fazer para combater a evasão escolar?


Detectar o problema é o primeiro passo para buscar formas de resolvê-lo. É fundamental que o gestor escolar e os professores se reúnam e avaliem os alunos, buscando detectar se há estudantes propensos a situação de evasão escolar.


Detectado o problema e seus motivos, é hora de pensar em como agir, planejando estratégias para combatê-la. Pensando nisso, elaboramos abaixo algumas ações para aplicar em sua instituição de ensino e prevenir a evasão escolar.


1. Identifique pontos a melhorar em sua escola


Como falamos acima, o primeiro passo é detectar o problema, e isso deve ser feito em relação à sua instituição. Analise e identifique possíveis falhas que devem ser melhoradas.


Por exemplo, caso perceba que grande parte dos casos de evasão escolar está relacionada à falta de engajamento das famílias, é essencial dar ênfase a esse ponto na gestão escolar. Reveja a forma como está se comunicando e se relacionando com os alunos e seus responsáveis.


Além disso, é importante identificar as demandas que ainda não são atendidas e que geram desinteresse da comunidade, a ponto de levar as famílias a procurarem outra instituição de ensino.


Para auxiliar nesse ponto, você pode realizar uma pesquisa de satisfação, para entender qual a probabilidade de indicarem sua escola para os familiares e amigos. Com esses dados, já será possível ter em mãos alguns indicadores para trabalhar em melhorias e aperfeiçoamentos.



2. Faça um planejamento estratégico eficiente


No dia a dia, esteja sempre atento a todos os pilares essenciais para uma gestão educacional de sucesso. A partir deles, planeje atividades que despertem o interesse, ouça de maneira frequente as demandas do seu público, avalie a sua comunicação com os alunos e famílias, faça a gestão de recursos humanos e não se esqueça de acompanhar o orçamento da instituição, afinal, a gestão financeira da sua escola te permite investir em melhorias e se destacar em relação à concorrência.


Aproveite também para conferir o conteúdo “Quais os fatores essenciais para uma Gestão Escolar de sucesso?”.


3. Aperfeiçoe o relacionamento da sua escola com os alunos e responsáveis


Já falamos muito desse fator nesse artigo e, sabendo da sua relevância, abordaremos com ainda mais detalhes aqui neste tópico.

Criar um ambiente agradável a toda a comunidade escolar, mesmo em tempos de distanciamento social, é essencial para evitar a evasão escolar. Dessa forma, para uma boa gestão, realize mais do que reuniões formais para tratar de assuntos burocráticos e difíceis, como questões financeiras, por exemplo.


Promova encontros e palestras para fortalecer os laços e entender melhor as expectativas, desejos e preocupações das famílias. Quando a instituição de ensino privada deixa de fazer isto, acaba prejudicando a visão que os responsáveis possuem, afetando também no desempenho do aluno, já que o ato de educar é uma tarefa conjunta entre escola e lar.


Portanto, a comunicação deve estar entre suas prioridades em todos os cenários!


Aqui no isaac, nosso time de Experiência do Cliente realiza um atendimento humanizado com as famílias, fortalecendo os laços entre sua escola e os responsáveis. Clique aqui para conferir conversas reais do nosso atendimento.


Aproveite também e descubra como está a comunicação na sua escola! Clique aqui e realize o Diagnóstico de Comunicação.


4. Invista no plano pedagógico


Uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) apontou que 4 em cada 10 alunos que abandonaram a escola alegavam o desinteresse como principal razão para não voltar às carteiras. De acordo com o levantamento, esses jovens não viam mais sentido nas matérias ensinadas e afirmavam que os conteúdos não os estimulavam a ponto de levar a escola a sério.


Sendo assim, pare para avaliar de maneira crítica se o plano pedagógico aplicado aos alunos está contribuindo ou não para o seu interesse. É fundamental que o currículo ofereça atividades que tragam prazer à experiência escolar do estudante e que ofereçam contato com as disciplinas por meio de atividades motivadoras e interativas, principalmente no modelo de aulas remoto.


Para complementar esse tópico, leia também: Impactos e desafios da digitalização do setor de educação.



5. Faça parte do futuro da gestão escolar


Manter-se em constante atualização também é um diferencial competitivo importante, para que a comunidade escolar esteja satisfeita com sua instituição de ensino e não tenha o desejo de buscar por outra escola para atender às suas necessidades.


Para isso, não fique no passado, faça parte do futuro da gestão escolar com isaac. Tornamos a gestão da sua escola incrivelmente simples, te deixando bem longe dos processos burocráticos e proporcionando mais tempo livre para se reinventar. Além disso, garantimos a receita mensal da sua escola, para você não precisar mais se preocupar com a inadimplência e ter segurança financeira para investir em sua instituição de ensino sempre que precisar.


Torne-se uma escola parceira e garanta todas essas vantagens já! Clique aqui para agendar um bate-papo com nosso time.

85 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo