Isaac

Quero ser parceiro isaac Quero falar com isaac

Blog isaac

Como ter uma rotina de estudos eficiente no sistema híbrido?

Com o avanço significativo da vacinação contra o novo coronavírus, no início do ano letivo de 2021, muitas escolas particulares apostaram na implementação do sistema híbrido para alternar entre aulas presenciais e on-line, para, além de atenderem às necessidades de ensino, também seguirem os protocolos de saúde e higiene para uma retomada segura priorizando o bem-estar de todos.


Especialistas da educação recomendam que seja criada uma rotina saudável e regrada, para que os estudantes encontrem um cenário tranquilo e que consigam focar, tanto em casa como na escola. A divisão das aulas em remoto e presencial, exige ainda mais organização, pró-atividade e disciplina, por isso é importante todo o suporte, atenção e paciência necessários dos responsáveis nesse período.


Confira algumas dicas que você, responsável, pode seguir para ajudar o aluno a organizar uma rotina de estudos eficiente!


Foco, diálogo e paciência na hora de ajudar é essencial


Atente-se para criar e manter um diálogo aberto e construtivo, com base em orientação e ajuda para que haja ânimo de ambos os lados durante a criação do plano de estudos. 


Desenvolva estratégias com persistência para que os resultados sejam atingidos sem apertos. Para isso, certifique-se de que a meta estipulada possa ser cumprida e estimule o hábito do estudo para que tudo seja proveitoso e eficaz.


Cuidado com o acúmulo de atividades


Desde que a pandemia da Covid-19 fez com que praticamente todas as pessoas ficassem em casa para se protegerem contra o vírus, as rotinas pessoais, corporativas e educativas se fundiram, passando uma falsa sensação de ter mais tempo por estar em um único local. 

Essa situação gerou o famoso acúmulo de atividades, que pode ser prejudicial, gerando estresse e a possibilidade da perda de prazos, assim como a sobrecarga de afazeres e compromissos. 

Realizar todas as demandas de uma só vez causa cansaço e atrapalha bastante o aprendizado, já que existe certa dificuldade em assimilar diversos conteúdos em um único momento do dia. Por isso, criar uma rotina e metodologia de estudo é importante para que, além de deixar organizado, evite problemas como ansiedade e estresse. 

Estabeleça uma rotina e siga

Esteja ciente de que o equilíbrio é um ponto muito importante para o sistema híbrido dar certo. Não adianta o jovem dedicar longas horas apenas estudando, pois o corpo e a mente precisam de descanso para não se sobrecarregarem. Sem contar que corre o risco dele não absorver nada do que está sendo passado.

É essencial estabelecer uma rotina com pausas, garantindo a melhor distribuição entre lazer e aprendizado. Equilibrar o tempo de estudo e o bem-estar emocional, também envolve realizar atividades prazerosas.

Essa organização precisa ser feita todos os dias, seja em casa ou na escola. Com tudo listado e em ordem, são evitados ruídos no meio do caminho que podem prejudicar uma tarefa ou outra.

Por exemplo, priorize as atividades interativas e trabalhos em grupo para os dias em que o estudante for à escola, já as tarefas individuais, que exigem concentração, podem ser feitas em casa.

Planejar é tudo de bom!

Ter um bom planejamento de agenda ajuda o aluno a não se distrair com outras questões que possam surgir, ainda mais estando em casa onde tudo parece ser mais interessante do que estudar, né? 

Com as tarefas bem definidas e dispostas cada qual na sua ordem de prioridade, as chances de não coincidirem entre si são grandes. Para otimizar o tempo, separe tudo o que for da escola, de casa e do lazer e, se possível, monte um planejamento para cada tipo, assim evitará grandes atritos.

Estruture esse plano no papel ou naquele esquecido calendário que sempre tem atrás da porta, mas você também pode criar em planilhas no computador ou até aplicativos feitos apenas para isso que ajudam com check-lists. 

Local apropriado para os estudos

Ter um ambiente tranquilo e silencioso, facilita a concentração nas atividades a serem realizadas. É muito difícil conseguir absorver um novo conteúdo quando há pessoas conversando, música alta e outros barulhos de fundo.

Infelizmente, em casa precisamos aprender a lidar com obras dos vizinhos, carros de som passando na rua, telefone tocando, campainha anunciando uma entrega e por aí vai. Não tem como impedir as interferências externas, mas o mínimo de barulho que parta do próprio ambiente interno do aluno é importante para o ajudar a se concentrar.

Com relação ao local de estudo, uma mesa e uma cadeira confortável são essenciais para criar um ambiente mais agradável. Lembre-o de deixar todos os materiais escolares por perto, como cadernos, livros, folhas de rascunho, canetas, lápis, notebook ou computador, carregador etc., com tudo mais fácil à disposição, evita que o jovem levante e se distraia no meio do caminho, além de não perder tempo com pequenos detalhes.

A preguiça fala mais alto e a cama parece que tem um imã de manhã, mas nada disso e xô, preguiça! Recomende que ele tire o pijama e vista roupas apropriadas e confortáveis para começar a rotina de estudos em casa.

Certifique-se que a internet esteja boa durante as aulas on-line, para que não tenha problema com a conexão. Imprevistos acontecem, por isso, principalmente, durante esses momentos de estudo, deixe que apenas o estudante esteja conectado ao wi-fi.

Converse com a escola para que nada perca-se no meio do caminho

A relação entre escola-responsáveis-alunos durante o sistema híbrido é primordial para que a comunicação fique o mais paralela e clara possível, evitando desencontros em recados, reuniões, datas de avaliações e trabalhos, horários etc.

Entenda a forma de contato que a instituição de ensino mantém com os responsáveis para ficar sempre atento ao canal de comunicação escolhido por eles.

Caso a escola não tenha nenhum meio estipulado para concentrar esse apoio, recomende o uso de canais digitais que podem ajudar na presença on-line.

Compartilhar é aprender

Além do contato com a escola, manter uma relação aberta com os demais responsáveis é compartilhar e escutar quem está passando por momentos e processos parecidos com os seus. Todas as famílias estão tendo as mesmas dúvidas para se adaptarem ao sistema híbrido, cada qual com as suas dores e soluções, e cada um tem algo diferente a agregar e ajudar.

Entenda a rotina, dias e horários que são acessíveis para que possam marcar encontros remotos. Mesmo que não consigam se reunir constantemente, tentem reservar agendas mensais para debates, atualizações e troca de experiências. Compartilhar nunca foi tão importante!

Para evitar o envio e recebimento de muitas mensagens, escolham alguém para ser o representante dos responsáveis. Centralize as dúvidas e informações em uma única pessoa para a construção das pautas, assim o tempo será otimizado e todos terão a oportunidade de contribuir.

Todos tivemos que nos readaptar a diversos cenários e ações que antes pareciam estar longe da realidade, mas juntos conseguimos dar as mãos e aprender mais a cada dia, além de passar esse conhecimento adiante.

É normal se sentir perdido, ter dúvidas sobre o que está fazendo, se é certo ou errado, ainda mais quando a rotina muda totalmente e nos vemos à frente de algo novo. Ensinar e estar presente no processo de educação é desafiador, os professores que o digam, mas como dissemos no início deste post:  é importante todo o suporte, atenção e paciência necessários da família nesse período. 

Esperamos que com essas dicas seja possível organizar uma rotina de estudos eficiente, mas que também seja divertida e saudável. 

Você também pode gostar de ler:

Como fortalecer os laços entre sua escola e as famílias?

Como a família pode ajudar no ensino a distância?

Queremos te conhecer melhor :)

Você é Gestor Escolar
ou Responsável por Aluno?

Nosso time está pronto
Para torna sua experiência
Incrivelmente simples.

Como podemos ajudar?

Fale conosco

Preencha o formulário e nossa equipe
enviará mais informações sobre
a melhor solução para sua escola.
Fechar